Resenha de TUDO EM FAMILIA. Um dos filmes surpresa de 2005, The Family Stone, navegando com o sucesso das águas, muitas vezes tempestuosas, os dramas familiares, em uma tela grande. Muitas vezes este tipo de filmes de relações familiares se perdem em uma avalanche de diálogos, conflitos e discussões. E embora A Pedra da Família tem muito o anterior, bate à audiência em doses elétricas com um alívio cômico bem localizado e um inesquecível elenco de personagens excêntricos. Escrito e dirigido pelo jovem e promissor talento de Hollywood Thomas Bezucha, o filme é um mosaico de diversão, risos, tristeza e relações familiares que a maioria das pessoas vai encontrar encantador e cativante.

Resumo do Filme – Tudo em Família

resumo-do-filme-the-family-stone-tudo-em-familiaThe Family Stone examina as relações dentro da família Stone, uma reunião de família tradicional, muito unida, para as festas. Sybil Stone (Diane Keaton) e seu marido Kelly (Craig T. Nelson) acolhem seus filhos durante as festas, mas como na maioria das famílias, os conflitos são abundantes. O sarcasmo, as facadas pelas costas, a culpa e os ciúmes são evidentes em quase todos os encontros, mas, ironicamente, também o são o amor e o respeito. Quando o filho mais velho Everett (Dermot Mulroney) traz para casa a sua atual namorada Meredith Morton (Sarah Jessica Parker) para conhecer a família, o seu comportamento empresarial e maneirismo tenso colidem com o resto da família, particularmente com a irmã vingativa de Everett, Amy (Rachel McAdams). Apesar dos melhores esforços de Meredith, o único membro da família que pode impressionar é o descontraído irmão de Everett, Ben (Luke Wilson).

O desconforto de Meredith se agrava quando, inadvertidamente, há um comentário preconceituoso sobre o irmão homossexual de Everett, Thad (Tyrone Giordano), acumulando a ira de toda a família. Empurrada até o limite, Ela se muda de casa para um bed and breakfast próximo, enquanto que Everett luta com a idéia de propor casamento a uma mulher que, obviamente, não gosta da sua família. Enquanto isso, Ben ajuda Ela a sair de sua concha, e Ela recebe o apoio de sua irmã Julie (Claire Danes) para suavizar as coisas com os Stones. Mas as festas tomam um rumo interessante quando as relações inesperadas florescem e um evento imprevisto acontece fatura para toda a família.

The Family Stone, certamente, consegue criar um número de personagens dinâmicos e multidimensionais, mas falha em alguns aspectos. O mais óbvio é a mudança de relação que finalmente se produz e que se está produzindo de forma bastante evidente a partir das primeiras cenas do filme. Um irmão que rouba a namorada do outro não é, em si mesmo incrível, mas a continuação de uma relação normal entre os dois irmãos é mesmo. Será que não há jeito aí? O ciúme? As reviravoltas da trama são ótimos, mas mantenha-os realistas.

O outro aspecto The Family Stone que se destaca é um pouco mais periférico e faz com que o filme entre em crise: passeatas no precipício do clichê de Hollywood. Ela é retratada como uma fanática homofóbicos tensa que precisa de uma cura, enquanto que a família Stone tem um espírito livre e em contato com seus sentimentos. Ao final, Ela cresce devido à sua proximidade com os Stones, mas os Stones não aprendem nada de Meredith. Provavelmente não é coincidência que os pontos de vista de Meredith possam ser interpretados como conservadores, enquanto que os pontos de vista dos Stones são considerados liberais (ou seja, o mal conservador, o bem liberal). Este mesmo tema prevaleceu em Meet The Fockers, quando o personagem de Robert De Niro aprende com o erro de suas maneiras tensas e se envolve no estilo de vida hippie dos novos sogros de sua filha. Mas, é claro, os Fockers nunca aprendem nada de De Niro… Não necessariamente um assassino de cinema, mas sim um clichê. Apesar dos defeitos, The Family Stone continua a ser um filme decente. Acima do par de diálogo e as excelentes atuações de um elenco forte fazem com que o tempo seja bem aproveitado. Muitos momentos te farão rir; outros se lembrarão de sua própria família.

 

Veja lista de resumos e resenhas de outros filmes aqui.